drape-5078080_1920_edited.jpg

Publicações

Encontre aqui as publicações de nossos pesquisadores membros do Grupo PROMIGRAS.

artigo SAM_edited.jpg

18 de junho de 2021

This text seeks to highlight the necessity for qualitative research at the intersection of disability, immigration and healthcare in Brazil using international and domestic studies and ethnographic observations of the healthcare experiences of a Bolivian immigrant woman with temporary disabilities and the mother and caregiver of a Bolivian immigrant woman with disabilities in São Paulo, Brazil.

Sam_edited_edited.jpg

Sam Serrano

revista trabajo y sociedad.PNG

20 de fevereiro de 2019

 Os imigrantes, e em alguns casos seus filhos, vivenciam vários problemas de saúde gerados pelas precárias condições de higiene, saúde e trabalho presentes nas oficinas de costura. Uma parte importante dos imigrantes não frequenta os centros de saúde para tratar seus problemas devido ao desconhecimento sobre os serviços, medo, barreiras linguísticas e, principalmente, porque não podem interromper a jornada de trabalho sob risco de diminuição da renda adquirida pela produção de peças de vestuário.

WhatsApp%20Image%202021-04-06%20at%2016.

Cássio Silveira

saúde e sociedade.jpg

23 de fevereiro de 2018

Este artigo tem como objetivo refletir sobre os processos de inclusão de imigrantes e refugiados pelas instituições de saúde, considerando o campo de debates das ciências sociais e humanas em Saúde e o comprometimento dessa área com os direitos humanos.

denise_edited.jpg

Denise Martin

rgpj_edited.jpg

14 de março de 2021

São Paulo, the most populous Brazilian city, has been the main destination for refugees and it is home to the majority of Congolese, who are the second largest nationality to request refuge in Brazil. In the context of these migrations, previous experiences in displacement and in places of welcome can trigger illness and suffering.

Silvia_edited.jpg

Silvia Viodres

ciencia e saúde coletiva.jpg

14 de enero de 2017

O objetivo deste artigo é analisar a utilização de serviços de saúde por imigrantes haitianos residentes na grande Cuiabá, Mato Grosso.

WhatsApp%20Image%202021-04-06%20at%2016.

Cássio Silveira

ebook.png

04 de enero de 2021

Em: Direitos Humanos e Vulnerabilidade e a Agenda 2030. Editora Boa Vista - RR: EDUFRR, 2020, p. 106-121.

20210531_121713.jpg

Cristóbal Abarca

o%20social%20em%20quest%C3%A3o_edited.jp

22 de enero de 2018

Este artigo tem como objetivo analisar a atenção à saúde dos imigrantes haitianos em Unidades Básicas de Saúde (UBS) em Chapecó-SC.

foto para o site.jpeg

Regina Matsue

Risson, A. P., Matsue, R. Y., & Lima, A. C. C. (2018). Atenção em Saúde aos imigrantes haitianos em Chapecó e suas dimensões étnico-raciais. 

Este artigo tem como objetivo analisar a atenção à saúde dos imigrantes haitianos em Unidades Básicas de Saúde (UBS) em Chapecó-SC. Foi realizada uma cartografia em seis UBS nos bairros que concentram o maior número de haitianos. Participaram da pesquisa 172 trabalhadores da atenção básica do Sistema Único de Saúde (SUS). Na realidade observada, os haitianos têm garantia legal de acesso e atenção aos serviços do SUS. Porém, percebemos que para muitos trabalhadores os haitianos representam uma ameaça para o SUS. Para que haja um cuidado humanizado ao imigrante é necessário avançar no diálogo sobre preconceito, discriminação social e estigma em saúde.